Redução de Custo de Energia Elétrica

Valorosa Advogada e Valoroso Advogado,

Com muito esforço, criatividade e gestão tornou-se possível a obtenção de desconto de 10% na conta de energia elétrica, nas condições abaixo.

Trata-se de benefício efetivo, mormente se considerado o período de um ano, sem custos suportados pela OAB, nem pelos advogados(as).

A Ordem dos Advogados do Brasil continua seu trabalho para que o benefício possa abarcar mais advogados(as).

Conte conosco!

Ordem dos Advogados do Brasil, 11ª Subseção da OAB/MG

Andre Crisóstomo Fernandes       Herbert Alcântara Ferreira

  Presidente                                  Vice-Presidente

 

 Erit Costa Moreira Ferreira         Rita Edite Lopes Borges      

Secretária Geral            Secretária Geral Adjunta

 

 Henrique Tondineli Neto                             Viviane Fernandes Medeiros

        Tesoureiro                             Diretora de Relações Institucionais

INFORMAÇÕES RELEVANTES

O presente benefício possui o intuito de reduzir seu custo com energia elétrica, através da injeção de energia em kW/h na sua conta, energia para ser compensada (concessionária Cemig), SEM NENHUM TIPO DE INVESTIMENTO, é ofertado exclusivamente aos ADVOGADOS(AS) ativos eregulares da 11ª SUBSECAO DA OAB/MG, extensivos TAMBÉM A TODOS OS ADVOGADOS(AS) DA SECCIONAL MINEIRA (EXCETO AQUELES QUE NÃO SÃO ATENDIDOS PELA CEMIG), ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA, familiares, como também empresas administradas pelos membros.

A implantação deste benefício atende a nossa política de prestação de assistência e serviços aos nossos advogados(as), no intuito de fortalecer, valorizar e consolidar o sentimento de pertencimento a 11ª Subsecção da OAB-MG.

O benefício se reveste em forma de compensação de energia elétrica, regulamentada pela Resolução Normativa nº 482/2012 da ANEEL, e se destina aos usuários que tenham fornecimento de energia elétrica pela CEMIG.

O benefício se reveste na possibilidade de obtenção de desconto de 10% na conta de energia elétrica, sendo que para tanto o pretendente deverá pertencer ao grupo B1 e B3 (baixa tensão) e apresentar o seguinte consumo mínimo médio nos últimos 360 dias:



CONSUMO MÍNIMO MENSAL PARA ADESÃO

(consumo médio dos últimos 12 meses)

Unidade Consumidora Pessoa Física Pessoa Jurídica
Adere à Cooperativa de Energia Injeção Mínima de Energia/Mês Adere ao Consórcio Injeção Mínima de Energia/Mês
1 - Monofásico 256 kWh/mês 200 kWh/mês 400 kWh/mês 330 kWh/mês
2 - Bifásico 278 kWh/mês 200 kWh/mês 400 kWh/mês 310 kWh/mês
3 - Trifásico 334 kWh/mês 200 kWh/mês 400 kWh/mês 260 kWh/mês


Para aderir ao benefício na condição de pessoa física haverá a necessidade e optar pela adesão ao modelo de Cooperativa de Energia Livre e para pessoa jurídica a adesão pelo modelo de Consórcio de Energia Livre, cujas definições estão previstas na Resolução Normativa nº 414/2010 da ANEEL.

É importante registar que não são elegíveis para obter o benefício os seguintes usuários:

a) B2 área rural;
b) Consumidores que possuem liminar de ICMS na conta de energia;
c) Empresário Individual ou MEI (CNPJ* - JUCEMG não aceita na formação de consórcio)
d) Consumidores com demanda contratada (média tensão);

*No caso de Empresário individual ou MEI que pretendam obter o benefício, esses deverão alterar a sua titularidade para a pessoa física junto a CEMIG, para aderir ao modelo de Cooperativa de Energia. 

Se você se enquadra nas condições acima, acesse o link abaixo e faça o seu cadastro, para que possa receber maiores informações.

CNPJ
CPF

11ª Subseção OAB/MG - Montes Claros. Todos os direitos reservados.

Layout e textos:
Erica Lopes

Desenvolvido pela 4WAY Web Solutions